Marque sua Sessão

Fobias Sociais

A análise psicológica costuma demonstrar que a pessoa com fobia social tende a colocar muita importância na opinião dos outros. É como se a pessoa estivesse descentrada, como se o centro de sua mente estivesse no olhar do outro e ela dependesse deste olhar do outro para ficar bem ou se sentir péssima. Há muita energia psicológica projetada neste olhar imaginário de fora. É necessário trazer a pessoa de volta, para o seu centro interno.

Caracterizada como um Transtorno de Ansiedade Social, que ocorre devido ao medo exagerado em relação a um objeto ou situação, gerando forte reação de ansiedade podendo chegar ao pânico. Classificado em dois subtipos, um Generalizado, a pessoa teme quase todas as situações que a exponha socialmente, conversar, namorar, sair em lugares públicos, falar, comer com outras pessoas, escrever em público etc e a Não ou Restrita, onde a pessoa teme uma ou poucas situações sociais. Quando esta pessoa se expor em público e ficar em evidência, gera constrangimento e ansiedade, levando a enfrentar muito sofrimento. Afetando a autoestima, a vida social, os relacionamentos amorosos, a vida profissional, podendo levar ao isolamento ou a redução dos relacionamentos.